All for Joomla All for Webmasters

5 tópicos fundamentais para quem deseja fazer uma reforma

il22

5 tópicos fundamentais para quem deseja fazer uma reforma

5 tópicos fundamentais para quem deseja fazer uma reforma

 

Está com problemas elétricos no seu imóvel? A tinta das paredes perdeu a cor? O piso está cheio de falhas? Talvez seja a temida hora de reformar, mas tenha calma, com planejamento e os fornecedores certos a reforma não será um pesadelo, esse pode até ser o momento para requalificações que renovarão a sua paixão pelo imóvel.

 

Resultado de imagem para reforma estressante

Reforma = Estresse?

 

Por muito tempo, a reforma foi estigmatizada como um momento de terror e de caos, no qual o proprietário sofria nas mãos de fornecedores despreparados e pouco profissionais, mas hoje em dia esse conceito ficou para trás.

Empresas especializadas em reformas e renovação de áreas comerciais e residenciais estão vencendo o preconceito na hora de reformar, com um trabalho de qualidade, ágil, comprometido e uma gama de boas ideias.

Com um leque de fornecedores das mais variadas áreas, essas empresas conseguem criar um projeto de construção e planejamento de acordo com a necessidade de cada cliente, para que não haja imprevistos de prazo e orçamento.

 

1- Será que eu preciso mesmo reformar?

Inúmeros motivos levam proprietários de imóveis residenciais ou comerciais à reforma. Entre os mais comuns, está a reforma com fins de resolver problemas estéticos e de funcionalidade, que busca tornar o imóvel mais seguro agradável. Geralmente, são nessas ocasiões que se aproveita para corrigir eventuais problemas de infiltração, telhas quebradas, paredes descascadas, entre outros.

As melhorias também podem ter um caráter preventivo, no caso de impermeabilizações, manutenção de telhados e calhas, adequações de terreno a fim de proteger o imóvel de possíveis enchentes, por exemplo. Na maioria dos casos, a prevenção de problemas representará economia no futuro.

É essencial permanecer sempre atento a manutenções mensais e anuais no seu imóvel, como o tratamento de materiais que permanecem na área externa, aplicação de verniz em peças de madeira, como portões. Para imóveis no litoral, estes cuidados são ainda mais importantes, e devem ter foco especial na impermeabilização e nas pinturas externas e internas. Com cuidados periódicos, é possível postergar o momento de intervenções mais sérias, como as reformas.

As reformas com o objetivo de valorização do imóvel também são muito comuns e buscadas no momento de revender o imóvel. Assim como as intervenções com fins sustentáveis, que se tornam um grande diferencial no preço final e atraem interessados no momento de revender sua casa ou loja comercial.

Está se tornando cada vez mais usual a adoção de novas tecnologias hidráulicas e elétricas para tornar o imóvel amigo do meio-ambiente – e do bolso do proprietário. Soluções como energia solar e sistemas de reaproveitamento de água são vistas com bons olhos e, a longo prazo, representam uma significativa economia nas contas mensais.

 

2- Vou reformar. Por onde eu começo?

Ter um projeto de construção e um planejamento definidos são essenciais para definir o sucesso ou o fracasso da sua obra. Geralmente, as pessoas negligenciam esses itens por pensar que eles não são necessários para reformas, sejam residenciais ou comerciais. Mas a verdade é que eles são ainda mais imprescindíveis na hora de realizar melhorias no seu imóvel.

Seja para áreas residenciais ou comerciais, é importante ter um projeto de construção civil definido, que irá prever todas as etapas da sua reforma, materiais que serão utilizados, impacto ambiental, soluções antecipadas para possíveis problemas que surgirão e, principalmente, para alinhar as suas expectativas com o resultado final.

É através do projeto que você poderá se sentir assegurado quanto a quaisquer imprevistos, tão comuns em obras, especialmente quanto ao uso de materiais e acabamentos inadequados para as finalidades que você deseja.

O planejamento é essencial para que os prazos se cumpram e a verba destinada para a reforma seja adequada e suficiente, de forma que você não precise abrir mão de materiais com a qualidade desejada ao longo da obra.

Tanto o projeto de construção, quanto o planejamento, são imprescindíveis para que você possa setorizar sua reforma e coordenar cada fase. Além de individualizar cada serviço, também é preciso separar as melhorias internas das externas e realizar orçamentos para cada uma delas. No mercado de serviços, a estação do ano pode ser um diferencial no montante final que será pago por cada uma delas, já que a demanda por reformas externas, por exemplo, é mais comum nas estações quentes, assim como o contrário.

Este pode ser um bom momento também para repensar seu imóvel, especialmente no caso de melhorias em lojas comerciais, e validar se ele tem atendido suas necessidades de uso. Além disso, é a ocasião ideal para averiguar os sistemas hidráulico e elétrico e, caso seja necessário, atualizá-los, visto que são áreas críticas e fundamentais para a utilização do imóvel e a sua manutenção constante é recomendável.

 

3- Reforma também é burocracia

Além da organização da reforma em si, é preciso estar atento aos detalhes burocráticos envolvidos no momento da obra.

Independente da dimensão da sua reforma, a geração e destinação de entulhos é uma consequência natural. Além da sujeira e da poeira no seu imóvel, resíduos de madeira, vidro, carpetes, porcelanatos, gesso e outros vão aparecer e serão um problema real.

Na grande maioria das cidades brasileiras, a Prefeitura oferece o serviço de recolhimento de entulhos, mediante agendamento, desde que devidamente embalado e observando-se um limite de volume diário, conforme as regras municipais.

Quando a geração de entulhos é superior a atendida pelo serviço municipal de remoção, faz se necessário o aluguel de caçambas, cujo preço varia conforme o tipo de material a ser descartado.

Especialmente nos grandes centros urbanos, é preciso exigir da empresa locadora das caçambas um contrato que especifique o local de destinação dos resíduos, que deve ser uma área licenciada, visto que o descarte inadequado pode gerar problemas legais a todos os envolvidos.

Você deve ficar atento também ao tempo limite de permanência da caçamba na sua obra, o que deve variar conforme a cidade e o tipo da via em que a mesma ficará, já geralmente o prazo é estendido no caso de vias classificadas como calmas. No Rio de Janeiro, o prazo máximo é de 48 horas, segundo a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb).

Quando a reforma é em lojas comerciais de shoppings, a organização deve ser redobrada, a fim de que pequenas burocracias com a administração, como a instalação de tapumes, não interfiram na obra. O mesmo vale para apartamentos ou casas em condomínios, cujas melhorias não podem impactar nas áreas sociais e produzir ruídos excessivos.

No Rio de Janeiro, reformas que não interfiram na área total do imóvel dispensam a emissão de uma licença de obra. Porém, casos que envolvem demolição, modificações e obras e reformas em geral situadas em áreas de proteção ambiental, de imóvel tombado ou em sua vizinhança, requerem a licença.

Se a sua intenção com a reforma for modificar o tipo de uso do imóvel, por exemplo de residencial para comercial, é necessário a Licença para Transformação de Uso, cujos documentos variam conforme o poder municipal.

Na capital fluminense, você deve apresentar dois jogos completos de arquitetura, o comprovante de pagamento do IPTU do ano anterior, o registro de imóveis ou Projeto Aprovado de Loteamento, cópia da carteira do CREA-RJ (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro) dos profissionais envolvidos no projeto e execução da obra, bem como apresentar um formulário padronizado à Secretaria Municipal de Urbanismo.

 

Faça um orçamento sem compromisso33 (3)

 

4- Como valorizar o imóvel com reformas

Modernizações no visual do seu imóvel, uma nova pintura, reparos no telhado e nos sistemas elétricos e hidráulicos podem ser o diferencial na hora da venda do seu imóvel, trazendo o tão sonhado retorno ao seu investimento.

Dados da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção, de 2015, mostram que a cada R$ 1 mil investidos em uma reforma, o retorno em valorização é de R$ 3 mil.

Caso o seu interesse na reforma seja exclusivamente valorizar o imóvel para venda, é importante impedir que os seus gostos pessoais interfiram no resultado final da obra. O ideal é utilizar revestimentos básicos, buscando um visual clean, a fim de permitir que qualquer possível comprador possa se imaginar no seu espaço.

É importante ter um olhar aberto aos entornos do seu imóvel. Muitas vezes, adotar um visual contemporâneo é o mais indicado, mas caso a sua loja ou residência esteja em uma área com forte influência arquitetônica dos anos 40, por exemplo, talvez o melhor seja adaptá-la um pouco, a fim de não destoar do visual geral do bairro. Dessa forma, você reforça suas chances de agradar possíveis compradores.

Uma boa dica para escolha de materiais, nesses casos, é apostar em cerâmicas, granitos, tintas e porcelanatos claros, sem muitos detalhes ou diferenciais, mas que sejam de qualidade reconhecida. O importante na hora de revender é que o seu comprador perceba que o imóvel está impecável e bem cuidado, e que pode sim ganhar novas nuances sem muitos esforços.

Se o imóvel que você pretende revender for um apartamento, casa ou sobrado, um grande diferencial é a área de lazer privada. Sendo assim, recomenda-se investir em pequenas reformas, seja para dar um novo visual à sua churrasqueira, criar novos armários ou até mesmo ampliar a área.

Porém, empresas especializadas em reformas e arquitetos indicam que as mudanças para venda do imóvel não sejam definitivas. Caso você queira criar uma nova parede, por exemplo, a fim de adicionar mais um cômodo no seu imóvel, é recomendável o uso de gesso acartonado. Assim, as mudanças da reforma conferem flexibilidade e são reversíveis, o que sempre é um ponto positivo para os interessados.

Agora, caso a sua intenção com a reforma seja simplesmente a fim de adequar o imóvel ao seu conforto e gosto, para que você possa residir ou utilizá-lo por um longo período, a reforma é sempre um bom negócio e acarreta realização e bem-estar pessoal.

images (1)

Chega de estresse. Agora sua reforma pode ser feita sem dor de cabeça.

 

 5- Para excelentes resultados, terceirizar pode ser a solução

Todos os tópicos apresentados neste texto parecem cansativos e desgastantes, especialmente se você for trilhar essa jornada sozinho, certo? Mas podem ser bem mais leves com a contratação empresas especializadas em reformas, que irão atender todas as necessidades especificadas no seu projeto, gerenciar os demais fornecedores e quaisquer crise que ocorra durante a sua obra, além de tranquilizar suas noites de sono.

Com a terceirização de uma empresa, você investe em um parceiro que irá assegurar o cumprimento dos prazos, orçamentos e objetivos estabelecidos para a reforma, com atendimento personalizado e responsável. Além disso, você não precisará pesquisar e checar as referências de cada profissional envolvido no projeto, pois a empresa já contará com um catálogo de fornecedores de longa data, com experiências consolidadas.

A contratação de uma empresa para gerir sua reforma garantirá que alguns erros básicos não aconteçam, como a instalação de pontos de luz equivocados, sobras excessivas de materiais, problemas de escoamento e vedação do sistema hidráulico, entre outros. Alguns desses erros podem passar despercebidos ao final da obra, mas irão aparecer a longo prazo e provavelmente acarretarão em novos custos.

Além disso, com uma empresa especializada cuidando da sua reforma você não precisa se preocupar com os seus fornecedores, já que é muito comum que os prestadores de serviço não estejam ‘na mesma página’ que você e, muitas vezes, atuem de forma independente, sem considerar o panorama geral da obra.

A empresa ficará responsável por elaborar e seguir o projeto de construção e planejamento estabelecidos, a fim de que você não se surpreenda de forma negativa com o resultado e que o mesmo atenda suas expectativas de uso.

Seguindo essas dicas, a reforma será um momento de prazer e renovação para você e seu espaço, seja comercial ou residencial, que possibilitará até mesmo o aperfeiçoamento e novas apropriações de determinadas áreas, qualificando e valorizando ainda mais o seu imóvel.

Na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a Il Constrói Serviços e Reformas te auxilia nesse momento tão importante, dispondo de profissionais especializados em qualificações e adequações de casas, apartamentos e ambientes comerciais, que prezam por um atendimento ágil, transparente e focado em resultados.

A Il Constrói é especializada em reformas e construções, disponibilizando serviços de colocação de pisos e drywall, impermeabilização, pinturas e revestimentos de áreas internas e externas, entre outros. Peça já um orçamento sem compromisso ilconstroi@hotmail.com!

Faça um orçamento sem compromisso33 (2)

Write a Reply or Comment